Novidades da Versão 1.07

A principal novidade desta versão é a árvore de produtos, onde é possível visualizar toda a hierarquia e rastreabilidade entre os produtos do projeto. É uma funcionalidade interessante de utilizar quando se está identificando os requisitos, já que é possível incluir novos produtos e ao mesmo tempo fazer o relacionamento entre eles. E manter a rastreabilidade ficou ainda mais fácil, basta arrastar um produto para dentro de outro e pronto!!!

Árvore de Produtos


Série de 5 vídeos demonstrando a ferramenta Controlle

Preparamos uma série de vídeos demonstrando a utilização da ferramenta. Caso queira maiores informações ou tenha interesse em agendar uma demonstração remota é só entrar em contato pelo site  ou pelo email controlle@khor.com.br .

Vídeo 1: Introdução à ferramenta e configuração do projeto

Vídeo 2: Trabalhando com os requisitos e demais artefatos do projeto

Vídeo 3: Rastreabilidade

Vídeo 4: Gerenciamento de mudança e análise de impacto

Vídeo 5: Baseline de Requisitos, relatórios, importação e exportação de dados

Novidades da versão 1.06

Agora você pode configurar de maneira visual o ciclo de vida dos produtos de trabalho, mudança e baseline. Além disso é possível definir um fluxo diferente para cada tipo de produto.

Ciclo de Vida

Fazendo esta configuração você consegue incluir no dashboard painéis de acompanhamento, visualizando de maneira rápida o andamento dos produtos, mudanças, projetos e iterações.

Assim como já acontece com os produtos agora também é possível abrir as mudanças em uma nova aba do seu browser, melhorando a usabilidade e facilitando ainda mais a análise de impacto. Para isto basta clicar com o botão direito sobre qualquer solicitação de mudança. No diagrama também é possível abrir os produtos e mudanças em novas abas.

Diversas outras melhorias foram feitas, dentre as quais podemos citar: forma de identificação e pesquisa da baseline, identificar a data de upload dos arquivos, na consulta avançada e no dashboard temos a opção de filtrar apenas a versão atual dos produtos e a possibilidade de movimentar com o mouse os painéis do dashboard.

Novidades da versão 1.05

Para facilitar ainda mais o trabalho com os requisitos, agora é possível abrir vários produtos ao mesmo tempo, um em cada aba. Para isto basta clicar com o botão direito nas pesquisas, dashboard, baseline, produtos relacionados ou em qualquer área que apareça o registro de produto.

Outra novidade é a possibilidade de configurar se um tipo de produto irá gerar o ID automaticamente ou se este será informado pelo usuário.

Além disto diversas outras melhorias foram feitas, como visualizar as informações da análise de impacto no diagrama; no dashboard de produtos permitir filtrar por mais de um status; melhorias no layout dos gráficos e nos campos do tipo rich text, onde agora é possível salvar apenas o conteúdo do campo.

Novidades da versão 1.04

Nesta nova versão apresentamos uma melhoria significativa no Gerenciamento de Mudança. Agora nos produtos impactados você identifica quais serão incluídos, excluídos ou alterados.  É possível indicar que um requisito ainda não existe e será criado, e, após a aprovação da mudança, cria-se o requisito e faz a vinculação. Além disso, é possível aplicar formatação no campo Plano de Implementação.

Produtos Impactados

No cadastro de produto os painéis laterais (histórico versão, status, fontes…) agora possuem indicativos para saber se existe ou não informações preenchidas.

Ao alterar o status de um produto, mudança ou baseline é possível registrar o comprometimento diretamente na tela de mudança de status.

Outra novidade é que no diagrama, ao selecionar um produto de trabalho, as suas ligações são destacadas, facilitando a visualização. Também foi disponibilizada a opção de filtrar por categoria.

Novidades da versão 1.03.07

Nesta nova versão aperfeiçoamos o diagrama de produtos e agora é possível definir filtros e visualizar apenas as informações que você considera importante naquele momento.  As opções de filtro são: tipo de produto; tipo de relacionamento; mostrar solicitação de mudança; mostrar apenas os relacionamentos que são composição; mostrar apenas a versão atual do produto de trabalho;

Diagrama de Produtos

Outra melhoria é que agora é possível definir um nível de acesso diferente para cada projeto que o usuário está vinculado, possibilitando que ele desempenhe papéis diferentes em cada projeto.

Além disso, foram feitas melhorias na usabilidade do sistema,  no relatório de produtos do projeto e no histórico de alteração dos requisitos.

Em breve vamos disponibilizar uma ferramenta que irá interpretar o script do banco de dados e registrar automaticamente as tabelas, views e procedures, facilitando a rastreabilidade dos requisitos com estes produtos.

Controlle e o mps.br – Atendendo o GRE2

O atendimento ao GRE2 - Os requisitos são avaliados com base em critérios objetivos e um comprometimento da equipe técnica com estes requisitos é obtido – é feito em dois passos:

O primeiro é a avaliação dos requisitos pela equipe técnica, onde o responsável pela avaliação deverá alterar o status para “Avaliado” e registrar seu comprometimento. Esta avaliação pode ser feita por um ou mais integrantes da equipe e os mecanismos de pesquisa disponíveis na ferramenta ajudam a identificar os requisitos que ainda não foram avaliados. Outro ponto interessante é o histórico de alterações, que evidencia as alterações que foram feitas em decorrência da avaliação do requisito.

O segundo passo é  a aprovação da lista de requisitos pela equipe técnica. Neste momento deve-se alterar o status da baseline para “Aprovada pela Equipe Técnica” e todos os envolvidos devem registrar o comprometimento. É o mesmo procedimento feito pelo fornecedor de requisitos para atender ao GRE1.

Vale lembrar o que já falamos  no artigo “Controlle e o mps.br – Atendendo o GRE1“:  o registro de comprometimento é uma comprovação que o usuário autenticado concorda com aquela mudança de status, e o histórico destas informações pode ser recuperado através de um relatório fornecido pela ferramenta.

Novidades da versão 1.03.06

A partir de agora é possível exibir uma lista de requisitos no dashboard, e quem determina os filtros é você, assim como na consulta avançada. É possível, por exemplo, listar os requisitos que estão liberados para a codificação, teste, ou atribuído a uma determinada pessoa.

Dashboard

Outra novidade é no diagrama: agora as solicitações de mudança também aparecem. É possível visualizar o diagrama com os requisitos impactados pela mudança.

Visando facilitar a identificação da versão do produto de trabalho que está relacionada a uma baseline, mudança ou a outro produto, agora identificamos  a versão junto ao nome, conforme podemos ver na figura acima ([v1], [v2]…). Além disso foram feitas algumas melhorias de usabilidade e no layout dos relatórios.

Controlle e o mps.br – Atendendo o GRE1

O primeiro passo para atender o GRE1 – O entendimento dos requisitos é obtido junto aos fornecedores de requisitos – é identificar e registrar os requisitos do projeto. Isto pode ser feito pelo diagrama (uma maneira simplificada e rápida de incluir requisitos) ou pela tela de cadastro de produto.  É possível vincular imagens, links, arquivos externos,  identificar a fonte/fornecedor do requisito, além de definir atributos personalizados. Conforme mostramos no post “User Story ou Caso de Uso? nenhum dos dois? você decide…“  os requisitos podem ser expressos de diferentes maneiras: através de uma lista de requisitos, especificação de caso de uso, user story, ou qualquer outra forma definida pela empresa.

Registro do Requisito

Após identificados, os requisitos devem ser agrupados em uma baseline. Aqui a idéia de baseline é  identificar o escopo do projeto, iteração, ou até mesmo da versão de um produto. Este agrupamento pode ser feito na tela de cadastro de baseline ou  no próprio registro do requisito a medida que eles vão sendo identificados.

Baseline do Projeto

Após o fornecedor avaliar a lista de requisitos, o registro de aceite pode ser feito diretamente na ferramenta Controlle. Basta alterar o status da baseline para, por exemplo, “Aprovada pelo Fornecedor de Requisitos” e solicitar que ele registre o comprometimento com esta aprovação. Este registro gera um log com as informações do usuário autenticado e é uma comprovação que aquele usuário concorda com a mudança de status. A ferramenta dispõe de um relatório com o histórico destas informações. O ciclo de vida de uma baseline pode ser configurado pelo usuário, adequando-se a realidade de cada empresa ou projeto.

Registro de Comprometimento

A evolução do entendimento dos requisitos pode ser evidenciada pelo log de alterações, onde é possível visualizar as diferenças entre os registros e identificar o motivo da alteração, caso tenha sido registrado pelo usuário.

Histórico de evolução dos requisitos

Controlle e o mps.br

Um dos objetivos da ferramenta Controlle é apoiar o processo de Gerência de Requisitos do mps.br, ajudando a equipe a atingir os resultados esperados e gerando evidencias sem esforço adicional. Nos próximos dias vamos apresentar uma série de posts descrevendo como os resultados esperados podem ser alcançados utilizando o Controlle.

A motivação para este post veio do artigo que apresentamos no WAMPS 2011 (sim, estivemos lá). O evento ocorreu de 24 a 26 de outubro e durante estes dias apresentamos a ferramenta e trocamos experiências com implementadores, empresas e universidades.

Para maiores informações sobre o evento e sobre o mps.br visite o site da softex (www.softex.br).


Nos próximos posts vamos abordar os seguintes tópicos:

GRE1 - O entendimento dos requisitos é obtido junto aos fornecedores de requisitos;

GRE2 - Os requisitos são avaliados com base em critérios objetivos e um comprometimento da equipe técnica com estes requisitos é obtido;

GRE3 - A rastreabilidade bidirecional entre os requisitos e os produtos de trabalho é estabelecida e mantida;

GRE4 – Revisões em planos e produtos de trabalho do projeto são realizadas visando a identificar e corrigir inconsistências em relação aos requisitos;

GRE5 - Mudanças nos requisitos são gerenciadas ao longo do projeto

RAP4 - (A partir do nível F) Medidas são planejadas e coletadas para monitoração da execução do processo e ajustes são realizados;